NESTE FIM DE SEMANA: CEFART realiza terceira edição da “Mostra Tátil”

Artistas-pesquisadores apresentam exposições, performances, oficinas, intervenções e rodas de conversa
RedaLumi

            Acontece neste fim de semana, nas dependências da Fundação Clóvis Salgado (Avenida Afonso Pena, 1537, Centro – BH), a terceira edição da Mostra Tátil. Realizada pelo CEFART, a mostra reunirá exposições, performances, oficinas, intervenções e rodas de conversa. A entrada é gratuita. Confira a programação completa:

15 e 16/06/2019:

INSTALAÇÃO/ EXPOSIÇÃO

Escora para tetos prestes a desabar

Horário: 9h às 21h

Local: Jardins Internos

Luana Vitra

Orientação: Lucas Amorim

Cartografias da Permanência

Horário: 8h às 17h

Local: Mercado Popular da Lagoinha

Carolina Cafiero

Orientação: Lucas Amorim

PERFORMANCE

Olhares possíveis para um convívio com a rua

Horário: Diversos

Local: Ruas da Cidade

Atuação e direção: Gabriela Fernandes

Orientação: Lucas Amorim

OFICINAS

Entre Afeto e Fala

Horário: 14h às 17h

Local: Cefart

Lorena Braga

Orientação: Istephani Pontes

Inscrição: https://forms.gle/5hkq7A4dpPaeVopx5

MOSTRA ARTÍSTICA

Horário: 20hs | Local: Sala João Ceschiatti

Apenas dia 15:

OFICINA

Esculturas Habitáveis

Horário: 9h às 13h

Local: Cefart – Sala 2

Maíra Gouveia

Orientação: Lucas Amorim

Inscrições: https://forms.gle/3Sjp1G3tx9gAGVRp6

Jam Livre de Contato

Horário: 16h às 19h

Local: Jardins Internos

Ana Rita Nicoliello e Coletivo TaTo

Orientação: Bruno Maracia e Rodrigo Antero

Inscrições: livre

MOSTRA ARTÍSTICA

Horário: 20hs | Local: Sala João Ceschiatti

Casa Inabitada

Atuação: Alice Vieira

Dramaturgia: Alice Vieira

Preparação corporal: Rodrigo Antero

Iluminação: Geraldo Octaviano

Orientação: Rodrigo Antero, Luiz Garrocho e Istephani Pontes

Aula-espetáculo – Corpo Ritmado: o rastro do passo em 4 danças

Concepção e interpretação: Bárbara Veronez

Luz: Kaká Correa

Colaboração Artística: Luísa Bahia

Orientação: Luísa Machala

Ausência 1

Direção, Dramaturgia, Figurinos e Iluminação: Kaká Correa

Atuação: Arthur Barbosa, Camila Gabriela Furtunato e Jessica Ricci

Dramaturgia: Kaká Correa

Orientação: Geraldo Octaviano

É tudo mentira!

Atuação: Gabriel Coupe

Direção: Maria Solarte e Javier Carcél Hidalgo

Orientação: Cristiano Diniz

Apenas dia 16:

OFICINAS

Corpo X Objeto: O Casaco de Marx

Horário: 9h às 13h

Local: Cefart – Sala Branca

Maira Gouveia

Orientação: Lucas Amorim

Inscrições: https://forms.gle/PMFvkPQL9gqUmRdU8

RODA DE CONVERSA

Assédio em bailes, forrós e nas escolas de dança de salão

Horário: 13h – 15h

Local: Gramado do Parque Municipal (atrás do Palácio das Artes)

Projeto Lobas

Mediadora: Soraia Cabral

Convidadas: Izabela Miranda e Cássia Messeder

Questões de Gênero na Dança de Salão: Como podemos tornar a dança menos machista?

Horário: 15h – 17h

Local: Gramado do Parque Municipal (atrás do Palácio das Artes)

Mediadora: Camila Magalhães

Convidadas: Fabiana Dias e Luiza Machado

Orientação: Rodrigo Antero

INTERVENÇÃO

Cena Curta

Horário: 19h30

Local: Jardins Internos

Atuação: Paula Libéria, Ismael Soares, Hewrison Ken e Ítalo Araújo

Direção: Didi Vilela e Rafael Bottaro

Orientação: Cristiano Diniz

MOSTRA ARTÍSTICA

Horário: 20hs | Local: Sala João Ceschiatti

Caça

Concepção coreográfica: Ana Rita Nicoliello

Concepção Sonora: Lucas Morais

Iluminação: Ismael Soares

Captação de imagem e projeção: Marco Antônio Alves

Orientação: Bruno Maracia e Rodrigo Antero

Abismos e Pontes

Coreografia e Interpretação: Carol Vilela

Preparação corporal: Rodrigo Antero

Iluminação: Cristiano Diniz

Trilha Sonora: Gustavo Felix

Orientação: Rodrigo Antero

Páthos

Atuação: Marcelo Marques Teixeira e Tomaz Mota

Direção: Marcelo Marques Teixeira

Assistência de direção: Cristiano Diniz

Dramaturgia, Cenografia, Figurino e Trilha sonora: Coletivo

Preparação Corporal e Trilha Sonora: Tomaz Mota

Orientação: Cristiano Diniz

Caosou

Atuação e Concepção cênica: Rodrigo Carizu

Áudio: Bruno Banjo

Orientação: Carol de Pinho

Mostra Tátil - Créditos Camila Magalhães (1)

 

 

 

 

 

IMPORTANTE:

            Para participar das oficinas, é necessário fazer inscrição por meio de formulário disponível no site da FCS (http://fcs.mg.gov.br/).

SOBRE A MOSTRA:

            Trata-se do resultado de uma parceria entre a Fundação Clóvis Salgado, a Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais – Fapemig – e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnológica e Ensino Superior – Sedectes.

            A mostra propõe o compartilhamento de trabalhos finais das pesquisas realizadas ao longo de um ano pelos 20 residentes do programa. Em sua terceira edição, a Mostra Tátil se expande para além do complexo Cultural do Palácio das Artes, com oficinas e performances nas ruas de Belo Horizonte. Segundo Fabrício Martins, coordenador do Programa de Residência para Pesquisas Artísticas do Cefart, a Mostra Tátil tem caráter fluido. “Cada artista encontra seu caminho de pesquisa, e, portanto, um percurso para mostrar o seu trabalho. É muito enriquecedor para o Cefart ter contato com 20 artistas com experiências tão diversas e acompanhar os processos de pesquisa ao longo de um ano”, avalia.

            Para Camila Magalhães, bolsista residente na área da dança, um dos pontos fortes da Mostra Tátil é a diversidade de temas. “A residência dá liberdade para podermos investigar a fundo aquela inquietude que nos é mais aflorada dentro do campo artístico”, observa a pesquisadora, que enxerga na Mostra um momento de visibilidade para a pesquisa em artes. “Ouve-se falar muito da pesquisa nas ciências exatas e biológicas, então é interessante mostrar para a cidade por meio de uma programação gratuita, diversa, e em diferentes locais como a arte também produz conhecimento nas suas mais diversas formas. Acho isso muito enriquecedor para a cena artística de Belo Horizonte”, observa Camila.

            Fabrício Martins também considera a Mostra uma experiência que possibilita um intercâmbio entre os alunos do Cefart e os artistas residentes. “Vários dos nossos alunos estão prestes a se formar, e indicamos a pesquisa no campo das artes como um processo de aperfeiçoamento do aprendizado. Ao colocá-los em contato com artistas residentes já oferecemos uma possibilidade de trabalho no futuro”, revela o coordenador, enfatizando que a Residência para Pesquisas Artísticas do Cefart é um programa único, já que são pouquíssimos os programas de residência no campo das artes financiados pelo governo e voltados para o processo de criação voltados para o ensino técnico.

            Entre os variados trabalhos participantes da mostra, está a roda de conversa Questões de Gênero na Dança de Salão: Como podemos tornar a dança menos machista?resultado da pesquisa de Camila Magalhães, que investiga  modos de condução na dança de salão que não envolvam estereótipos de gênero. Na performance Olhares possíveis para um convívio com a rua, a residente Gabriela Fernandes explora a deriva por diversas ruas de Belo Horizonte. Já Carolina Cafieiro criou a exposição Cartografias da Permanênciaque ficará aberta à visitação no Mercado Popular da Lagoinha, reunindo fotografias em pinhole de ruas sem saída da capital mineira.

Mostra Tátil - Créditos Camila Magalhães (2)

 

 

 

 

 

___
SERVIÇO:
III MOSTRA TÁTIL – CEFART
Datas: 15 e 16/06/2019
Local: Sede da Fundação Clóvis Salgado – Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, BH. Algumas performances ocorrerão nas ruas do Centro.
Horário: Das 9:00 às 21:00
Entrada Gratuita
Para as oficinas é necessário se inscrever pelo site: http://fcs.mg.gov.br/.
Outras informações: (31) 3236-7400
Fotos: Camila Magalhães/Fundação Clóvis Salgado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s