Crítica – Moonfall: Ameaça Lunar

Dener Fernando

“Moonfall: Ameaça Lunar”, mais nova aposta da produtora Diamond Filmes. Com lançamento previsto para dia 03 de fevereiro, o longa é dirigido por Roland Emmerich, também diretor de filmes como: Godzilla (1998), O Dia Depois de Amanhã (2004), Independence Day: O Ressurgimento (2016), Midway – Batalha em Alto Mar (2019) dentre outros de muito sucesso. Tendo um elenco de peso vamos ver: Halle Berry, Patrick Wilson, John Bradley, Kathleen Fee, Charlie Plummer

História 

Brian Harper (Patrick Wilson), é um astronauta que, junto à sua equipe, é atingido no espaço por uma massa misteriosa. Já de volta à terra Harper e sua parceira e também sobrevivente do ataque Jocinda Fowl (Halle Berry), dão um depoimento para o governo, porem apenas Brian viu o que os atacou. Fowl, acabou desmaiando com o impacto e com isso não pode ver o que os atingiu. 

Anos após do ocorrido KC Houseman (John Bradley), um pesquisador descobre que a Lua está fora da Orbita, ele vai atrás de Harper, só que ele não acredita na história contada por KC. Após perceber que ninguém do governo daria ouvidos sobre sua descoberta, mesmo depois muitas tentativas ele vai e a expõe em seu blog. 

Depois de muito alvoroço o governo Americano se vê encurralado e tem que confirmar a história de Houseman. Em uma tentativa de reconhecimento do que poderia estar fazendo com que a Lua mudar a sua rota que era ir em sentido a Terra, a nova tripulação é atacada novamente, porém desta vez o governo consegue ver perfeitamente o que é o que está causando esse evento. 

Harper, então assim chamado para fazer parte da equipe que está tentando descobrir o que é e como destruir essa força, para que a Lua volte para estado giratório normal.

Pontos positivos e negativos de MoonFall: Ameaça Lunar

Com uma narrativa não muito surpreendente o filme traz algo que já vimos em outros filmes, um pai que depois de ser desmentido pelo governo perde tudo: mulher, filho, casa e vai viver sua vida de forma mais confortável que conseguir.

As atuações dos atores em sua maioria foram boas, o que me deixou mais incomodado foi o fato de que em um determinado momento do filme, a mare sobe e vai atingindo as casas, prédios. No entanto ficou mal feito, me pareceu que foi gravado por uma maquete, e não foi lá uma das melhores edições o que me deixou surpreso, pois foi um filme bem caro e eles fizeram algo que me pareceu um tanto desleixado. 

Algumas escolhas estéticas para compor o visual e passar a ilusão de suspensão de realidade, que os efeitos quando mostra a massa, são semelhantes com os de outros filmes que foram baseados em quadrinhos como: Vênus e Fênix Negra, por causa da cor, movimentação de câmera.

O momento da descoberta para mim, foi uma das melhores partes e foi o que salvou o filme. Eu realmente não esperava qual seria o motivo dessa massa e sua origem e fiquei muito animado, fora a experiência de ter assistido ao filme em uma sala IMAX, deixou ainda melhor as cenas que mostram o que estrava acontecendo fora da orbita terrestre. 

Contudo “MoonFall”, vale muito a pena de ir assistir no cinema. 

Espero que surpreenda com o filme tanto quanto eu e depois que você assistir comenta aqui qual foi sua experiência.

Até a próxima crítica!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s