Segunda-Feira de retornos na TV: “Cabocla”, “Escrava Isaura” e “Avenida Brasil” voltam às telas hoje

Sucesso em suas exibições originais e já reprisadas – mesmo que em formatos diferentes – ganham nova projeção no Canal Viva, RecordTV e Globo
Antônio Pedro de Souza

          Três grandes sucessos da TV brasileira voltam ao ar na tarde desta segunda-feira em duas emissoras de TV aberta e uma fechada. Curiosamente, nenhuma delas será reprisada pela primeira vez. Exibida originalmente entre 2004 e 2005, A Escrava Isaura, segunda versão televisiva para o romance de Bernardo Guimarães volta à tela da RecordTV a partir das 15h. É o produto mais reprisado da emissora, já tendo sido re-exibido entre 2005 e 2006, 2007 e 2017. Também deu as caras no canal de TV paga Fox Life entre 2014 e 2015. A história gira em torno de Isaura, filha de um homem livre com uma escrava que, por sua vez, passa a ser escravizada pelos donos de sua mãe. Com a morte de Juliana, a mãe, e a demissão do pai, a menina fica aos cuidados da matriarca, que pensa em lhe dar a liberdade, mas morre antes que isso aconteça. Passa, então, a ser atormentada por Leôncio, herdeiro das terras. Destaque para as atuações de Bianca Rinaldi, como Isaura e Ewerton de Castro, como o jardineiro corcunda apaixonado pela moça.

            Cabocla (2004) estreia às 15h30 no Canal Viva. Também segunda versão da novela de Benedito Ruy Barbosa, baseada no livro de Ribeiro Couto, a obra já ganhou um repeteco em 2008 no Vale a Pena Ver de Novo. Desta vez, o público que perder a exibição vespertina, poderá rever a partir de meia-noite ou na plataforma VivaPlay. A história gira em torno de dois amores proibidos: a da Cabocla Zuca e Luís Gerônimo, um galanteador da cidade grande que vai ao interior se tratar de uma lesão pulmonar e entre Belinha e Neco, filhos dos fazendeiros mais ricos e rivais da região. Destaques para as atuações de Vanessa Giácomo, como Zuca e dos – até então pouco conhecidos – Malvino Salvador e Eriberto Leão.

            Por fim, a partir das 16h46, volta ao ar Avenida Brasil (2012), de João Emanuel Carneiro, que já havia prendido o público anteriormente com Da Cor do Pecado (2004), Cobras & Lagartos (2006) e A Favorita (2008). Mesmo não tendo sido reprisada de modo formal (no “Vale a Pena” ou Canal Viva), Avenida Brasil é um dos produtos mais explorados da Globo, que aproveitou o sucesso da trama e a reutilizou várias vezes. Durante a exibição original, por exemplo, o extinto Vídeo Show exibia um compacto do capítulo anterior todas as tardes, o chamado Resumão Avenida Brasil. Ainda no Vídeo Show, Avenida Brasil foi reprisada dentro do quadro Novelão, que resumia tramas de sucesso. Inicialmente, o quadro reprisava as novelas em cinco capítulos – era o Novelão da Semana – depois, passou para dez e, com o tempo, o número passou a variar de novela para novela. A última e mais icônica reapresentação de Avenida Brasil no formato teve espantosos 55 capítulos – até então, apenas Amor à Vida havia chegado aos 25. Nesta ocasião, vale ressaltar, o Vídeo Show era reprisado no Canal Viva no finzinho da tarde, ou seja, Avenida Brasil deu às caras na TV paga também! A novela ainda ganhou uma edição compacta em DVD e está disponível na íntegra, porém sem a abertura e vinhetas de intervalo, na plataforma GloboPlay. A trama gira em torno de uma vingança: Quando criança, Nina vê a madrasta destruir a vida de seu pai. A pequena é enviada a um lixão pela megera e é adotada por um casal estrangeiro. Anos depois, volta, disposta a destruir Carminha, mas percebe que a vilã está casada e se tornou madrasta de seu amor de infância, Jorginho. Destaque para as atuações de Débora Falabella e Adriana Esteves, além do núcleo composto por Daniel Rocha, Ísis Valverde e Thiago Martins.

Opinião:

            Sucesso em suas exibições originais e respectivas reprises, vale realmente a pena ver de novo Cabocla, por ter sido a menos exploradas de todas e trazer uma trama leve (considerando o horário de exibição original), embora com temas fortes. As demais, mesmo ótimas, estão saturadas e deveriam ser consideradas para novas exibições daqui uns três anos – pelo menos. No entanto, como são obras de grande apelo popular, pode ser que obtenham, mais uma vez, grandes audiências. É esperar e rever!

___
Fotos:
Cabocla: Divulgação/Canal Viva
A Escrava Isaura: Divulgação/RecordTV
Avenida Brasil: Divulgação/Rede Globo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s