Um novo olhar sobre manias e neuroses: “Depois a louca sou eu” traz à tona problemas corriqueiros de quem não se sente muito “normal”

Muito bem escrito, o filme é baseado no livro homônimo de Tati Bernardi e tem como foco um dos dramas mais comuns à geração conhecida como millennial: a ansiedade! Tudo é para agora, urgente, não há tempo para respirar e olhar a cidade pela janela.